Portal do Governo Brasileiro

Cursos em Saúde Mental do Itinerários do Saber são prioridades para as ETSUS do Centro-Oeste

12 de Janeiro de 2018

Os cursos fazem parte do projeto Itinerários do Saber que conta com outros três eixos temáticos - Acolhimento em Saúde Vigilância em Saúde e Segurança do Paciente

As Escolas Técnicas do Sistema Único de Saúde (ETSUS) da Região Centro-Oeste apostam na oferta de cursos do projeto Itinerários do Saber, especialmente, no eixo de Saúde Mental, em 2018. Os cursos de Atualização e Formação em Saúde Mental com foco em Crack, Álcool e outras drogas realizados na modalidade semipresencial e a distância, respectivamente, têm o objetivo de qualificar os profissionais de saúde para que sintam mais seguros e ofertem, no território de atuação, apoio, cuidado e acolhimento as pessoas em situação de vulnerabilidade. Os cursos fazem parte do projeto Itinerários do Saber que conta com outros três eixos temáticos, como Acolhimento em Saúde Vigilância em Saúde e Segurança do Paciente. A iniciativa é do Ministério da Saúde e conta com a parceria do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz (ICICT/FIOCRUZ) e o protagonismo das ETSUS.

No Mato Grosso, a Escola de Saúde Pública está com as inscrições abertas para o Curso Atualização em Saúde Mental, Álcool e outras Drogas (CASMAD). “Estamos planejando as turmas de 2018 e este projeto só vem fortalecer as escolas, mas que abraçou também a Atenção Básica e o SUS. Nossos municípios estão ansiosos, há uma demanda grande, pois, criamos uma expectativa em torno do projeto. Já está sendo sucesso e só contribuirá para melhoria da qualidade em saúde da população do nosso Estado”, afirma a diretora da Escola de Saúde Pública do Mato Grosso, Noise Pina Maciel. O Curso Atualização em Saúde Mental, álcool e outras Drogas (CASMAD) possui carga horária de 60 horas, na modalidade a distância (EaD). A inscrição está disponível em http://www.saude.mt.gov.br/informe/506

Assista ao vídeo

No Centro de Educação Profissional de Saúde do Estado de Goiás (CEP-Saúde), da Escola Estadual de Saúde Pública de Goiás (Esap-GO), o eixo Saúde Mental do projeto Itinerário do Saber também é prioridade. As equipes técnicas já iniciaram uma mobilização junto às 18 regiões de saúde para a adesão ao projeto, divulgando inicialmente os cursos de Formação e Atualização em Saúde Mental (Crack, álcool e outras drogas). “É importante discutir as ações educativas de 2018 de nível técnico, de modo a fortalecer as escolas técnicas do SUS para oferecer mais uma oportunidade de qualificação para os nossos trabalhadores. Todos os eixos temáticos do Itinerários do Saber atendem a nossa necessidade, principalmente o eixo Acolhimento em Saúde, voltado para a atenção à saúde do idoso, e também o eixo de Saúde Mental, que está tendo uma procura muito grande e a nossa intenção é trabalhar com as 18 regionais de saúde”, explica a coordenadora do Centro de Educação Profissional de Saúde de Goiás CEP/Saúde, Tânia Valéria Lucas.

Assista ao vídeo

A Escola Técnica de Saúde de Brasília também tem a intenção de ofertar em 2018 vagas para os cursos de Saúde Mental do projeto Itinerários do Saber. Já em Mato Grosso do Sul, a ETSUS começa a mobilizar os municípios para apoiarem o projeto. Para a diretora Evelyn Cafure, da ETSUS em Mato Grosso do Sul “Professora Ena de Araújo Galvão”, o projeto Itinerários do Saber será muito bem recebido no Estado. “Temos uma equipe unida para o trabalho que pretendemos atender todos os Agentes Comunitários de Saúde, a começar com o curso de atualização ao combate ao Aedes Aegypti, para quase 7 mil pessoas. Tomara que eu consiga chegar com êxito neste trabalho e sei que temos o apoio da equipe do Itinerários do Saber, que nos dará segurança para operacionalizá-lo no nosso estado”, espera Cafure.

Assista ao vídeo

O Projeto Itinerários do Saber possui como meta ofertar 150 mil vagas para profissionais de nível médio/técnico do SUS e 2.500 mil vagas para facilitadores e orientadores até 2019. O escopo do projeto contempla cursos com carga horária de 60 horas, nas modalidades Presencial (60h), Semipresencial (40h + 20h de dispersão) e a distância por meio do Ambiente Virtual de Aprendizagem do SUS (Plataforma AVASUS).

Por Vanessa Borges

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mais notícias