Portal do Governo Brasileiro

Escola de Saúde Pública de Iguatu inicia primeiro curso com apoio gerencial do Projeto Itinerários do Saber

5 de Setembro de 2017

Com a presença de 120 alunos, o curso “Formação em Saúde Mental, Álcool e outras Drogas” teve início na última sexta-feira (01/09), no Ceará. Esta foi também a primeira aula dos cursos que serão ofertados pelas ETSUS com apoio gerencial do Itinerários do Saber.

No dia 1º de setembro, a Escola de Saúde Pública de Iguatu (ESP Iguatu), no Ceará, realizou a aula inaugural do curso “Formação em Saúde Mental, Álcool e outras Drogas”. Este foi um momento importante também para o Itinerários do Saber, pois foi a primeira aula no país dos cursos que serão ofertados pelas Escolas Técnicas do SUS e que contarão com apoio gerencial do projeto.

A ocasião contou com a presença de 120 alunos, que compõem três turmas da formação, bem como da equipe da escola, tutores e técnicos da Secretaria Municipal de Saúde. Durante a manhã, aconteceu a apresentação geral do Itinerários do Saber realizada pela coordenadora de Educação Permanente da escola, Maria do Livramento e pela assessora pedagógica do projeto, Nazaré Dias. Na sequência, houve uma palestra com o coordenador de Saúde Mental do município, Antônio Wendel Leôncio Lima, a respeito da temática do curso.

A diretora da ESP Iguatu, Darrielle Gomes Alves Mororó, relatou que antes da aula inaugural a escola realizou algumas ações de divulgação do projeto para toda a rede de Atenção Básica de Saúde da região por meio de oficinas e distribuição de folders. “Essa divulgação despertou o interesse pelos cursos, não apenas dos profissionais de nível médio/técnico, como também de estudantes da área da saúde e profissionais de nível superior. A ESP Iguatu abrange quase 20 municípios, por isso é tão importante a realização dessas formações na região”, completa Darrielle.

 

Projeto Itinerários do Saber

O Itinerários do Saber tem como objetivo promover a qualificação dos profissionais de saúde de nível médio/técnico, visando o aperfeiçoamento do SUS. Para isso, as Escolas Técnicas do SUS (ETSUS) ofertarão cursos com o apoio gerencial do projeto de acordo com as demandas de cada uma das cinco regiões do país. A meta nacional é que até 2019 sejam disponibilizadas 150 mil vagas.

As formações serão estruturadas dentro de quatro eixos temáticos e prioritários: Acolhimento em Saúde, Saúde Mental, Segurança do Paciente e Vigilância em Saúde. As ações acontecerão em consonância com as diretrizes da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde, com foco também no fortalecimento da Atenção e do Cuidado como vetores integrativos da prática em saúde.

 

Por: Camila Cruz

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mais notícias